Capa » Podcast » NossoCast » NossoCast 136 – Ateu graças a Deus!

NossoCast 136 – Ateu graças a Deus!

NossoCast 136 – Ateu graças a Deus!

E aiii… Deus te abençoe!

Hoje Armando Galleni, Thiago Miro, Arnon Rodrigo & Renato Pinto falam sobre o que é ser ATEU!

Então vem orar pro diabo junto com a galera do NossoCast!

Nesse NossoCast aprenda :

  • O que é agnóstico?
  • ATEA : É uma merda???
  • Por que você virou ateu????
  • Vamos todos para o Inferno!!!!

Ajude a gente no padrim!

Clique aqui  para acessar o padrim!

Músicas tocadas no Cast :

  • Iron Maiden – The Number of the beast
  • Slipknot – Before i forget
  • R.E.M – Losing my religion
  • O Rappa – Pescador de ilusões
  • Slayer – Angel of Death
  • Dio – Don’t Talk to Strangers
  • Titãs – Igreja
  • Bad Religion – God’s Love
  • Volbeat – Heaven Nor Hell
  • Tim Minchin – Thank you god
  • Slayer –  Disciple —> Música de Encerramento

Sua OPINIÃO AQUI VALE ALGUMA COISA!

Dê seu Feedback para gente!
nossocast@gmail.com ou na Aba ‘ Contato

Twitter: @NossoCast

Instagram : www.instagram.com/NossoCast

Facebook:  https://www.facebook.com/NossoCast
Google Plus: Aqui
NossoPlay: http://www.youtube.com/user/nossoplay
Feed: feed.nossocast.com.br
Itunes: Nos avalie aqui
Grupo do NossoCast na Steam: Venha Jogar com a gente!
Grupo NossoCast da ‘Zuera’ no Facebook: Participe Clicando Aqui!

Desenho da Vitrine Por Willian4Namiki

Ilustração da Vitrine Por Clayton Trindade

Sobre Armando Galleni

Engenheiro químico, host, editor e idiota as vezes. Não necessariamente nessa ordem
  • Pra mim, meu ateísmo é bem simples. Eu não acredito que não exista algo além da nossa compreensão. Todavia, eu escolho esparar as evidências e usar a razão para tirar conclusões lógicas e bem embasadas. Pra mim, ateísmo é escolher esperar.

    • Armando Galleni

      Sou Humanista. Vamos todos para o Inferno

      • Então dancemos pelados em volta da fogueira. Traga o bode que eu trago o sangue de virgem.

    • Isso não seria ser agnóstico?

      • Nope. O Agnóstico acredita em ambas possibilidades e independente de evidências. Eu não acredito em ambas possibilidades, mas eu estou aberto a revisar minha crença se novas evidências aparecerem.

  • Talvez uma das piores coisas que aconteceu pro ateísmo no séc. XXI são as malditas páginas do Facebook e grupinhos do Whatsapp. Estes se baseam em desinformação, desrespeito, e até mesmo hostilização, promovendo a polarização em vez do respeito mútuo. Essa insistência infantil e desesperada de se auto-afirmação, paradoxalmente, acaba por diminuir a imagem do ateu.

    Muito infelizmente, isso da base pros religiosos que vivem repetindo o termo “ateuzinho de facebook”. Ambos acabam cometendo absurdos lógicos. Alguns ateus degrinem a imagem de muitos, e o religioso intolerante imprime um filtro absurdo para como os ateus, como se o uso do facebook automaticamente tirasse o valor de qualquer coisa dita pelo ateu. Repito, ambos cometem absurdos lógicos. O ateu que deveria promover respeito mútuo, e o religioso que usa de uma falácia para classificar e julgar muitos ateus a partir de poucos. É como se um alimentasse a ignorância do outro, em um vórtex de merd*, digo, preconceito.

  • Um podcast mais sério e com cunho acadêmico sobre os Textos Apócrifos (a.k.a. universo expandido da bíblia).

    http://www.mundofreak.com.br/2016/02/19/mfc90-os-polemicos-textos-apocrifos/

    • Armando Galleni

      Mundo Freak? Eu passo

      • Poxa mas tem a Tupa, e ela manda muito melhor que todos os outros freaks posers hahaha

        • Leonardo M Alves

          Freaks posers… seria o Andrei? Jacauna? Quem deve ser?

          • Eu! Hahaha

          • Leonardo M Alves

            Mas você é o cético da galera, quem falaria de ufologia em um cast e histórias de bebedeira no outro? Um cientista porra louca é um elemento necessário no mundo freak.

          • Hahahaha gostei da nova alcunha. Obrigado.

  • Leonardo M Alves

    Renato o Kiba que eu comentei no cast sobre a tv cultura, é de onde a Disney roubou a ideia para fazer o Rei Leão. Em relação ao ateísmo ou a outras religiões eu desisti disso a muito tempo. Simplesmente tento viver minha vida dentro dos meus códigos de ética e moral, e no fim da vida me acerto com qualquer divindade que existir ou não. Só me preocupo em ser um bom marido, um bom amigo, um bom colega de trabalho e quem sabe no futuro ser um bom pai. Não quero me preocupar com o que talvez não exista, me preocupo com o que vou deixar depois de morrer, tipo as memórias que as pessoas vão ter de mim e o que eu possa ensinar ao meus filhos.

  • Agatha Gonçalves

    P O L Ê M I C A

  • Rabbony Santos

    Mais um podcast excelente. Quero dizer que não sou filha da puta (talvez), só estava preocupado com sua pessoa, sr. Armando. Sou tipo de pessoa como Arnon: Acredito num ser superior que não sei quem é, digo que sou católico, pois sou criado numa família católica. Em todo caso, nos encontramos no inferno.

  • Hail, Satan!!!

  • OLucasConrado

    Fui batizado na Igreja Católica. Estudei durante cinco anos em Escola Adventista. Já fui a cultos da Igreja Batista e estudei numa universidade que pode-se dizer que é ateísta. Com toda essa mistura toda, me considero agnóstico. Acredito em alguma Força controlando o universo, mas que não seja exatamente Deus, Alah, Buda ou seja lá qual divindade for.

    Eu acho que a fé é muito importante. Por meio dela, muitas pessoas encontram um sentido na vida, força para enfrentar uma dificuldade, vontade de espalhar o bem… enfim, são muitos benefícios que a fé traz para a humanidade.

    Já sobre a religião, eu tenho uma opinião polêmica. Eu não acho a religião nem boa, nem ruim. Ela tem bons e maus usos. Costumo comparar a religião com aviões. Os mesmos aviões que transportam pessoas ao redor do mundo, levando elas para aproveitar férias, fazerem uma cirurgia ou encontrarem a namorada que mora em outro estado (UM BEIJO, MEU AMOR!), podem ser usados para jogar bombas atômicas ou como mísseis contra prédios lotados. O avião é bom ou ruim? Nem um, nem outro. O uso que fazemos do avião pode ser bom ou ruim.

    É a mesma coisa com a religião. A mesma religião que pode ser usada para mostrar um caminho de paz e solidariedade, pode ser usada para roubar dinheiro de fiéis, discriminar gays, interromper a ciência por séculos ou explodir pessoas com o avião do parágrafo anterior.

    Independentemente da sua fé, religião ou falta de fé e religião, a gente tem que respeitar a opinião alheia. Se as pessoas respeitassem fé alheia, 4/5 das guerras que aconteceram ao longo da história da humanidade seriam evitadas!

    Saudações e que a Força esteja com vocês!

    Lucas Conrado
    27 anos
    Aeromoço desempregado
    Rio de Janeiro

  • Pensava que esse podcast teria um teor bem mais zoeira do que imaginava. Mas ficou até que sério e bem interessante. Assim como o Armando, também acredito em Deus porém não creio nas religiões por achá-las contraditórias, preconceituosas e algumas parecem que prejudicam mais do que ajudam ao próximo. É ruim a pessoa ser privada de algo comum, como o sexo ou comer um determinado alimento, apenas porque alguém impôs na cabeça que se fizer tal atitude, ela irá pra um lugar de eterno sofrimento.

    A história do Thiago sobre como ele tornou-se ateu foi um dos grandes momentos do programa e foi bem interessante (mesmo ele tendo contado boa parte desse história do cast de 50 Fatos com ele). Assim como o Thiago, também já fui uma pessoa bem religiosa. Era Testemunha de Jeová. Sai da igreja quando me sentia hipócrita demais em ser homossexual e TJ, já que “atitudes homossexuais são abomináveis” segundo eles… Sem falar que não me sentia apegado mais a igreja.

    Também não sou muito achegado ao que a ATEA faz não. Agora ela tá escrota demais e não dá pra aguentar aquilo. Tornou-se um exemplo ruim pros ateus.

    Pra finalizar meu comentário, independente se você for ateu ou não, o que desejamos de todos são respeito, amor e tolerância. Abraços e obrigado por mais um bom NossoCast.

    PS: Eu não creio no Paraíso porém creio no Inferno. O Inferno é o mundo que estamos e as vezes, esquecemos que viver é um inferno.

  • Anderson

    Até onde sei minha família é católica a no mínimo uns 300 anos, talvez seja a muito mais que isso, e como não poderia deixar de ser fui criado nessa religião, até que resolvi pensar a respeito e vi que bem pouca coisa nela e também nas outras fazem sentido, então simplesmente resolvi acreditar que deve existir algo no pós morte (talvez vamos pra outra dimensão, vai saber) mas que nem um ser humano que já pisou nessa terra sabe algo a respeito. Tudo em todas as religiões é simplesmente achismo, então eu prefiro criar minhas próprias teorias e não seguir coisas sem sentido criadas por outros sabes-se lá com que interesse. Me preocupo em fazer o bem porque é certo e não por medo de ir pro inferno

  • Corredor Ortográfico

    vim só dizer que tá demorando demais pra ter novo episódio

    • Armando Galleni

      A gente falou nas redes sociais o por que da demora

      • Corredor Ortográfico

        ô, Armando, não tinha visto. Primeiro, desculpa. Segundo, espero que seja resolvido logo.